is online slots rigged - roupa íntima – is online slots rigged – is online slots riggedhttps://www.ilyyt.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasThu, 07 Dec 2023 13:06:23 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.2.3is online slots rigged - roupa íntima – is online slots rigged – is online slots riggedhttps://www.ilyyt.com/cultura-empreendedora/por-tras-de-modelos-exclusivos-you-pop-panties-resgata-a-autoestima-de-adolescentes/Thu, 07 Dec 2023 13:06:23 +0000https://www.ilyyt.com/?p=18996Foi no momento pós-crise de burnout que ​​Rafaella Malucelli se permitiu florescer e deu corpo – literalmente – para um negócio promissor. A busca da curitibana de 38 anos para ajustar o passo e caminhar mais leve e com mais sentido a levou ao empreendedorismo. Ela encontrou na calcinha, a peça mais íntima de toda mulher, uma forma de valorizar os corpos e as mentes de adolescentes. O negócio de moda íntima recém-criado apresenta grande potencial nacional e internacional. Por meio de sua história, a empresária mostra que, mais importante do que ritmo, a potência e a constância de cada um é que definem os rumos das realizações pessoais e profissionais.

“Primeiro tirei uma licença da agência para ficar off, mas não funcionou. Minha saúde exigiu um novo estilo de vida, tive que parar tudo, partir para terapia e outros cuidados. Com isso, o caminho ficou livre para criar a Pop, dentro desse meu novo ritmo”, lembra Rafaella. Em dezembro de 2022, ela lançou a You Pop Panties, primeira marca de calcinhas para adolescentes e pré-adolescentes do Brasil, que oferece modelos desenvolvidos para corpos em transformação com medidas e estampas exclusivas.

Segundo Rafaella, a palavra “pop” traz a energia da diversão, fazendo ainda referência a Pop Art, que marcou um movimento artístico de muita cor e irreverência com pitadas de valorização feminina. Por trás da ideia de criar um produto confortável com materiais tecnológicos e divertidos, está a filosofia de resgate da autoestima e aceitação: “A adolescência é uma fase de reconhecimento da nossa identidade no mundo. As meninas que não se encaixam no corpo dito ‘padrão’ acabam ficando excluídas”.

Tudo começou em 2015, quando a jornalista pensou pela primeira vez em empreender fora de sua área de atuação. No entanto, com a agência de Comunicação em pleno vapor, as ideias brotavam, mas não tinham espaço para crescer. “Em 2021, eu tive a chance de colocar a Pop no papel. Tudo foi feito de forma consciente: ideia, pesquisa de mercado, viabilidade. O mais difícil é equilibrar as expectativas com a realidade. Mas a Pop tem seu próprio tempo, o que me ensinou a ser mais paciente e lidar melhor com os percalços”, revela Rafaella.

Lacuna de mercado

Ainda na fase inicial, a You Pop Panties preenche uma lacuna no mercado, ao oferecer calcinhas para meninas em idade de transição entre o infantil e o adulto. “Uma parcela do mercado não tinha opção porque encontrava marcas infantis demais ou pulava diretamente para os modelos de adulto”, explica. O diferencial da marca é oferecer uma grade, que, além de vestir dos tamanhos 6 ao 48, oferece duas medidas de cava para não apertar na virilha. As estampas são exclusivas e as modelagens também, incluindo shortinho, cintura alta, cintura baixa, tanga, urban, entre outros.

“Brilha meu olho ver uma menina que não tem representatividade feliz por finalmente comprar uma calcinha que se adequa a ela. As mães que só encontravam calcinhas fora do Brasil agora levam todas as estampas do modelo preferido da filha”, descreve. A experiência de 20 anos atendendostartups e investidores direcionaram a curitibana sobre seu nicho de atuação e posicionamento. Também foi muito valiosa a contribuição da rede com profissionais da moda e do varejo: “Desde o começo, recebi apoio de irmãs, primas e amigas que são gabaritadas no mercado. Para o desenvolvimento do produto, duas parceiras me pegaram pela mão e me guiaram nessa jornada”.

Ajustando as velas

Desde quando lançou a You Pop Panties, Rafaella tem ajustado “as velas do barco”.

Entrei nessa sabendo que eu queria criar uma marca forte e que os produtos iriam se adequar aos poucos. Essa primeira produção me ensinou muito e, com isso, já sei o que fazer diferente nas próximas coleções. Obstáculos aparecem o tempo todo, a diferença hoje é a forma como lido com eles.

Apesar de ser um negócio recente, ela já enfrentou o desafio de  refazer quase metade da produção, já que um dos materiais escolhidos estava soltando. “Eu visitei todos os envolvidos na produção e tentei diminuir os custos ao máximo. Foi sofrido, mas foi mais um incentivo para o lançamento”, registra ela.

Desde dezembro, Rafaella tem testado estratégias para ampliar as vendas e o alcance da marca. Segundo ela, o foco é o  e-commerce, mas o corpo a corpo segue trazendo mais resultados. Ao citar o Sebrae como referência para todo empreendedor, ela conta que sempre consumiu os conteúdos oferecidos para os pequenos negócios e que, no momento, está fazendo o curso on-line de comunicação no processo de vendas. “Minha motivação é acreditar muito no que estou fazendo, na Pop. Questionamentos surgem o tempo todo, mas aprendi a ouvir minha intuição”. Para 2024, o objetivo é buscar investidores e, assim, escalar o crescimento do negócio.

]]>
is online slots rigged Mapa do site

1234