bet365 bet - açaí – bet365 bet – bet365 bethttps://www.ilyyt.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasMon, 05 Feb 2024 14:47:11 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.2.4bet365 bet - açaí – bet365 bet – bet365 bethttps://www.ilyyt.com/inovacao-e-tecnologia/startup-da-amazonia-conquista-clientes-nos-eua-com-cafe-de-acai/Mon, 05 Feb 2024 14:46:32 +0000https://www.ilyyt.com/?p=20158Participar do Inova Amazônia proporcionou uma mudança no caminho da empresa Engenho Café de Açaí, do Amapá. No ano passado, a startup já havia conquistado o mercado alemão e agora fechou uma venda de 2,5 toneladas da bebida aromática para os Estados Unidos. O produto – que se assemelha ao café e é feito a partir do caroço do açaí – é um sucesso porque promove a redução de impactos ambientais com o descarte da matéria-prima e gera emprego e renda para a população local. O negócio dispõe de registro de marca, selo de origem, rastreamento, procedência e certificações.

“Fechar esse contrato para exportar 2,5 toneladas para os EUA foi realmente gratificante. Para mim e para a comunidade, representa não apenas um marco em nossos esforços de expansão internacional, mas também um reconhecimento do potencial e da qualidade do nosso produto, além de abrir portas para novas oportunidades de negócios”, conta a proprietária da Engenho Café de Açaí, Valda Gonçalves.

Segundo ela, há conversas avançadas para levar o produto para a Turquia e a Itália, o que mostra o interesse internacional crescente. “A estimativa é alcançar cerca de R$ 1 milhão em faturamento, em 2024, o que é um salto significativo em comparação com anos anteriores”, completou a gestora que, com a nova demanda, contratou mais quatro colaboradores para a equipe.

O café de açaí, como ficou conhecido, é uma bebida com características parecidas às do café tradicional, já que o processo de produção é o mesmo. De acordo com os proprietários da startup, o consumo dessa bebida aromática traz inúmeros benefícios à saúde pelo fato de reunir quantidades significativas de vitaminas A, D, E, K, minerais, fibras, antioxidantes, entre outros.

Como começou

A empresa inovadora foi criada em 2020, durante a pandemia. A ideia de investir no produto surgiu de um problema que a proprietária da Engenho Café de Açaí e o marido viam próximo de casa, com o descarte em lugares inadequados dos resíduos sólidos das agroindústrias do açaí. A empresária estima que cerca 24 toneladas de caroços do açaí, somente nas cidades de Macapá e Santana, iriam para o lixo todos os meses. Passar pelo programa Inova Amazônia, do Sebrae, foi fundamental para astartup conquistar aos resultados atuais.

O apoio do Inova Amazônia foi fundamental para chegarmos aonde estamos. Foi através do programa que tivemos nossa primeira experiência internacional, e isso abriu muitas portas para nós. Estamos muito gratos por todo o suporte e a orientação que recebemos.

Valda Gonçalves, proprietária da Engenho Café de Açaí.

O programa é uma estratégia focada em fomentar, apoiar e desenvolver pequenos negócios,startups, empreendimentos e ideias inovadoras alinhadas à bioeconomia que tenham como premissa a atuação direta ou indireta para preservação ou uso sustentável dos recursos da biodiversidade do bioma. No total, já foram investidos R$ 23 milhões em ações de aceleração, bolsas, eventos, Sebraetec e missões internacionais.

“Resultados como o da Engenho Café de Açaí demonstram a capacidade que os produtos amazônicos têm de ganhar mercado nacional e internacional. Tenho certeza de que muito em breve teremos outros produtos tão conhecidos mundialmente como hoje é o açaí”, comenta o analista de inovação do Sebrae Thyago Gatto.  “É um projeto efetivo e eficaz e mostra que recursos aplicados estão sendo importantes para a região e para o desenvolvimento de empresas da bioeconomia”, completa.

Thyago Gatto também ressalta os ganhos com a promoção de negócios sustentáveis a partir da iniciativa. “Promover o surgimento e o fortalecimento de empresas inovadoras da bioeconomia é o melhor caminho para manter a floresta em pé, demonstrando que a busca pelo lucro deve ocorrer, mas é possível fazer isso em harmonia com a natureza.”

]]>
bet365 bet - açaí – bet365 bet – bet365 bethttps://www.ilyyt.com/inovacao-e-tecnologia/acai-de-feijo-ac-conquista-a-primeira-indicacao-geografica-para-o-produto-no-pais/Tue, 12 Sep 2023 12:28:47 +0000https://www.ilyyt.com/?p=16569O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) concedeu aos produtores de açaí do município de Feijó (AC) o primeiro registro de Indicação Geográfica para esse item no Brasil. O açaí produzido na região é considerado por especialistas como o melhor do país devido à sua espessura mais consistente e sabor mais adocicado.  O reconhecimento é resultado de estudos desenvolvidos desde 2021 por meio de uma parceria entre Sebrae e o governo do estado do Acre, que identificou as características únicas do produto da região e envolveu lideranças locais, produtores, agricultores e associações. O açaí de Feijó é a 107 IG brasileira reconhecida pelo INPI.

Para a analista de inovação do Sebrae, Hulda Giesbrecht, a conquista é resultado de um longo processo de diagnóstico e estruturação da IG, que resulta na proteção da reputação do nome geográfico e atesta a importância econômica e cultural que o açaí tem na região.

“Em Feijó, o açaí é muito mais que um alimento. Ele conecta as pessoas e faz parte da identidade da população. O açaí de Feijó é uma expressão que pode ser ouvida com muita facilidade em todo território acreano”, comenta.

Segundo Hulda, a conquista da Cooperativa de Produtores, Coletores e Batedores de Açaí de Feijó é um passaporte para o produto alcançar ainda mais espaço no mercado nacional e internacional.

Para o presidente da Cooperativa, José Giovanni Nascimento, registrar a produção que ocorre na cidade é de suma importância para valorizar o trabalho dos produtores. “A IG do açaí é importante em três grandes pilares: o primeiro é não perder a identidade; o outro é a parte econômica e a competitividade do produto e sua valorização de mercado; o terceiro é a sustentabilidade que contribui para manter a “mata em pé”, porque mais de 99% hoje da nossa produção é natural e nativa”, comenta.

Sobre o fruto

O Açaí é uma espécie nativa das várzeas da Região Amazônica, especificamente da Venezuela, Colômbia, Equador, Guianas e Brasil (nos estados do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Maranhão e Tocantins). Do fruto é extraída a polpa, que pode ser utilizada para a produção de vinho, além de servir como acompanhamento de diversos outros pratos. Na Amazônia, o açaí é consumido tradicionalmente junto com farinha, peixe assado ou camarão.

Pesquisas de laboratório comprovaram que o fruto possui características únicas que contribuem para a saúde. O fruto tem significativas quantidades de antocianina, nutriente responsável pela sua coloração roxa. Essa substância evita a degeneração celular e reduz o risco de problemas cardiovasculares.

O açaí possui grande importância cultural e social nas regiões, onde existem cooperativas que buscam ampliar o escoamento da produção e a qualidade de seus produtos, aumentando assim o preço de venda.

]]>
bet365 bet - açaí – bet365 bet – bet365 bethttps://www.ilyyt.com/inovacao-e-tecnologia/startup-do-amapa-que-transforma-caroco-de-acai-em-cafe-conquista-o-mercado-externo/Wed, 23 Aug 2023 14:33:45 +0000https://www.ilyyt.com/?p=16086A empresa Engenho Café de Açaí, do Amapá, é reconhecida internacionalmente. Criada em 2020, durante a pandemia, a startup já conquistou o mercado alemão, para quem comercializa meia tonelada do produto, e está fechando uma remessa de uma tonelada para Nova Iorque, nos Estados Unidos. Ao aproveitar o caroço do fruto da região amazônica que seria descartado para fazer uma bebida aromática com características semelhantes ao café tradicional, reduzindo impactos ambientais e gerando emprego e renda, o negócio inovador dispõe de registro de marca, selo de origem, rastreamento, procedência e certificações. Alguns dessas conquistas foram alcançadas após a participação no programa Inova Amazônia, do Sebrae, que está com inscrições abertas.

“Durante a vida, já tentei vários negócios, mas nunca tive suporte como agora tenho do Sebrae. Quando apresentei o produto ao consultor, as portas foram se abrindo. O que eu precisava era dessa ajuda”, comenta a proprietária da Engenho Café Açaí, Valda Gonçalves da Silva, que fundou a empresa com o marido. “Foi no Inova Amazônia que recebi as melhores consultorias e fui bem amparada pelo Sebrae. Fomos acelerando nossa startup e preparando o produto para acessar o mercado”, completou.

A ideia de investir no produto surgiu de um problema que o casal via próximo de casa, com o descarte em lugares inadequados dos resíduos sólidos das agroindústrias do açaí. A empresária estima que cerca 24 toneladas de caroços do açaí, somente nas cidades de Macapá e Santana, iriam para o lixo todos os meses. “Em 2016, fizemos uma pesquisa sobre o que fazer com o caroço do açaí. Vimos biofertilizantes, biojoias, carvão, mas nada relacionado à bebida para o consumo humano. Fizemos vários testes, mais de 150, e vimos o grande potencial do pó. Nos tornamos a primeira empresa que se tem registro a fazer uso dos resíduos do açaí (caroços) para fins alimentícios”, comemora.

O café de açaí, como ficou conhecido, é uma bebida com características parecidas às do café tradicional, já que o processo de produção é o mesmo. A empresária conta que o consumo dessa bebida aromática traz inúmeros benefícios à saúde, pelo fato de encontrar quantidades significativas de vitaminas A, D, E, K, minerais, fibras, antioxidantes, entre outros.

“O Sebrae é um caminho asfaltado para quem quer empreender. O empreendedor que caminha com o Sebrae tem muito mais chances de chegar mais longe e mais rápido”, diz a empresária.

Ela tem produzido quatro toneladas do produto por mês, conquistando a clientela no Amapá e em outras regiões do país, além do mercado externo.

Inscrições para o Inova Amazônia

A Engenho Café de Açaí é uma das empresas que participam do programa Inova Amazônia do Sebrae, uma estratégia focada em fomentar, apoiar e desenvolver pequenos negócios, startups, empreendimentos e ideias inovadoras alinhadas à bioeconomia, que tenham como premissa a atuação direta ou indireta para preservação ou uso sustentável dos recursos da biodiversidade do bioma. No total, já foram investido R$ 23 milhões em ações de aceleração, bolsas, eventos, Sebraetec e missões internacionais (Alemanha e Portugal).

A coordenadora nacional do programa, Valéria Vidal, ressalta a importância de as empresas participarem do Inova Amazônia. “Ele é muito mais do que um programa de aceleração. Ele dá ferramentas para que essas ideias se transformem emstartups e pequenos negócios inovadores que venham trazer soluções para a floresta”, explica. “A partir do momento em que temos esse novo modelo de negócio, que são inovadores e sustentáveis, o território e os atores da cadeia como um todo se desenvolvem”, comenta. Valéria ressalta ainda que o programa permite a conexão com potenciais compradores, investidores e parceiros.

Para este ano, as inscrições para participar do programa seguem abertas até o dia 3 de setembro. A seleção é voltada para empreendedores no ramo de produtos ou serviços de bioeconomia. O objetivo é incentivar e impulsionar o mercado de bionegócios sustentáveis. O formulário para preenchimento e o edital estão aqui.

]]>
bet365 bet Mapa do site

1234