gaming que esAtualização
Compartilhe

Terceiro episódio do podcast “A Jornada” traz o debate sobre startups de impacto no Brasil

Karine Oliveira, founder da Wakanda Educação e Adriane Coimbra, coordenadora de Programas da Darwin Startups, falam sobre o empreendedorismo de pessoas pretas e startups de impacto
PorRedação
gaming que esAtualização
Compartilhe

Empreendedorismo de pessoas pretas, startups de impacto, diversidade e inclusão. Esses foram os assuntos de destaque do terceiro episódio do podcast A Jornada, uma iniciativa do Sebrae Startups, apresentado por Yuri Gitahy, fundador da Lean VC. Nesse episódio, Karine Oliveira, fundadora da Wakanda Educação, edtech voltada à potencialização de negócios a partir da simplificação da linguagem tradicional do empreendorismo, e Adriane Coimbra, coordenadora de Programas da Aceleradora Darwin Startups, comentam sobre esse tema a partir de suas próprias vivências.

Disponível nas principais plataformas de áudio e no YouTube, as entrevistadas explicam quais são os desafios para desenvolver o empreendedor na periferia. Um dos principais, segundo Karine, é mostrar para essas pessoas que é possível escalar uma boa ideia e fazer disso um grande negócio.

Na periferia, devido ao pouco acesso aos recursos públicos, as pessoas precisam se virar e isso ajuda a aumentar a criatividade. O problema então é ensinar para as pessoas pretas que elas podem patentear suas ideias, vendê-las para a população em geral e ir além da comunidade.

Karine Oliveira, fundadora da Wakanda Educação

Também foi um consenso entre as entrevistadas que o impacto ambiental é relevante, mas que a equidade social tem maior prioridade no contexto brasileiro. Karine, ao falar sobre a realidade das minorias e a identificação desses grupos com as atividades empreendedoras, afirma que “não adianta trazer as pessoas e elas não se verem em lugar nenhum. É preciso falar sobre o empreendedorismo em outra ótica”.

Você já é assinante da nossa newsletter?Clique aqui e se inscreva para receber todas as novidades e conteúdos inéditos do Sebrae Startups

Quando perguntada sobre como as grandes empresas podem estimular o empreendedorismo na periferia, Adriane fala que o ponto de partida é o própriogap de talentos na área da tecnologia. “As mesmas empresas sempre disputam os mesmos talentos. Nesse sentido, faz parte do papel dessas corporações desenvolver e formar novos talentos na área, começando pelas pessoas pretas e mulheres.”

Karine concorda e reforça que trazer pessoas pretas para as empresas é estar preparado para lidar com a realidade que vem junto com elas. Ela aponta que o mais importante não é entender, e sim “abrir portas e aprender a criar estratégias para lidar com essa realidade”.

Esses e outros debates sobre como romper a bolha e tornar acessível o empreendedorismo para pessoas pretas você escuta no terceiro episódio do podcast A Jornada , que está disponível nas plataformas Spotify,Apple Podcasts,Amazon Music,Deezer e na playlist do Sebrae Startups no Youtube.

Sobre

A Jornada é um podcast do Sebrae Startups, plataforma que agrega todas as iniciativas do Sebrae no Brasil para startups, apresentado por Yuri Gitahy. Cada episódio conversa com empreendedores que trilharam caminhos difíceis quanto qualquer startupeiro. Com isso, o podcast busca apoiar e acompanhar founders de startups do MVP à escala com dicas e temas importantes.

  • diversidade
  • empreendedorismo negro
  • inclusão
  • Podcast