5abetAtualização
Compartilhe

Sebrae e Angola projetam Summit internacional em 2024

Iniciativa deve reunir mais de mil startups no país africano para impulsionar o ecossistema do empreendedorismo e da inovação
PorRedação
5abetAtualização
Compartilhe

O presidente do Sebrae, Décio Lima, e o ministro da Economia e Planejamento de Angola, Mário Caetano João, firmaram nesta quinta-feira (24) o compromisso para realizar, em abril de 2024, no país africano, um grande evento de inovação e empreendedorismo unindo 1 mil startups brasileiras e angolanas. O encontro, que aconteceu em Luanda, faz parte de agenda para a promoção comercial, intercâmbio de experiências e investimentos entre os dois países. O Sebrae avança nessas parcerias durante a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Angola.

Com essa perspectiva, Décio Lima afirmou que o ecossistema do empreendedorismo e da inovação é o grande vetor para o Brasil ampliar sua relação com Angola. Segundo Lima, essa é uma aproximação estratégica, já que o mercado angolano está em pleno crescimento e demanda soluções que podem ser oferecidas pelas empresas brasileiras.

O Sebrae está olhando para fora em busca de complementaridades econômicas entre Brasil e Angola. Queremos levar os produtos e serviços dos nossos pequenos negócios para a África e para o mundo.

Oministro Mário Caetano ressaltou a importância da parceria do Sebrae com o INAPEM, organização congênere ao Sebrae na Angola. “Esperamos, de fato, uma atividade intensa. O Sebrae é uma das instituições mais sólidas do Brasil, vocacionada ao empreendedorismo.” Segundo o ministro, a expectativa do INAPEM é receber apoio para avançar na sua maturidade institucional. Assim, efetivamente, ajudaremos nossa juventude, que representa 50% da população de Angola, a transformar seus sonhos em negócios e a tracionar o nosso Produto Interno Bruto (PIB).

Caetano acrescentou que a parceria com o Sebrae expandiu as perspectivas iniciais do governo angolano, que era de promover uma ação com 500 startups. “Vamos, agora, arregaçar as mangas para concentrar mais de 1 mil startups ao nosso Startup Summit, em abril de 2024”, disse. Ainda segundo o ministro, Sebrae e INAPEM têm uma agenda já firmada para a realização de visitas técnicas entre representes das duas instituições.

Os presidentes do Brasil e da Angola anunciaram a intenção de trabalharem juntos. Aprofundar essa relação bilateral demanda uma aproximação sólida e contínua.

Com essa perspectiva, Décio Lima afirmou que o ecossistema do empreendedorismo e da inovação é o grande vetor para o Brasil ampliar sua relação com Angola. Segundo Lima, essa é uma aproximação estratégica, já que o mercado angolano está em pleno crescimento e demanda soluções que podem ser oferecidas pelas empresas brasileiras.

  • Angola
  • Startup
  • Startup Summit