0dmg gamingAtualização
Compartilhe

Sebrae revela os ganhadores da 9ª edição do Prêmio Sebrae de Jornalismo

Anúncio se deu durante cerimônia em Brasília, com transmissão simultânea pelo canal do Sebrae no YouTube, na noite desta quarta-feira (14)
PorDa Redação
0dmg gamingAtualização
Compartilhe

O Sebrae apresentou, na noite desta quarta-feira (14), os grandes vencedores da etapa nacional da 9ª edição do Prêmio Sebrae de Jornalismo. A premiação marca as comemorações dos 50 anos do Sebrae e reforça a importância da imprensa no fortalecimento dos pequenos negócios, ao dar voz e visibilidade a quem empreende e contribui para o desenvolvimento do Brasil.

Veja fotos do evento no Flickr do Sebrae.

A cerimônia realizada em Brasília (DF), com transmissão simultânea pelo canal do Sebrae no Youtube, reuniu os 35 finalistas selecionados na etapa regional (Centro-oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul) nas categorias Texto, Áudio, Vídeo e Foto, além dos profissionais escolhidos nas categorias especiais de Jornalista Revelação, Jornalista Empreendedor e Jornalista Influenciador Digital. A premiação também destacou a atuação de profissionais nas categorias Grande Prêmio Sebrae de Jornalismo e Jornalista Parceiro do Empreendedor, sendo a última uma homenagem do júri nacional.

Presidente do Sebrae, Carlos Melles, durante a abertura do Prêmio Sebrae de Jornalismo (PSJ). Crédito: Erivelton Viana.

Na abertura da premiação, o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, destacou a importância da comunicação para dar credibilidade e sustentação à atuação da instituição. Segundo ele, é com o apoio da imprensa que o Sebrae tem cumprido a sua missão. “Reconhecemos que valorizar a comunicação colocou o Sebrae como a oitava marca mais conhecida do país e posso dizer que o nosso segredo foi servir bem e trabalhar para concretizar o sonho de milhões de empreendedores”, avaliou.

Neste ano, o tema central da premiação foi “A importância dos pequenos negócios para a economia do país”, que reconheceu trabalhos veiculados de 1º de setembro de 2021 a 29 de junho de 2022, incluindo podcasts e vídeos divulgados em plataformas digitais nesse período. Os grandes vencedores foram escolhidos entre mais de mil trabalhos inscritos com representantes de todo o país. Na etapa nacional, 15 estados das cinco regiões foram representados entre os finalistas.

A jornalista Shagaly Ferreira, do Estado de S. Paulo, levou o troféu na categoria Texto. Crédito: Erivelton Viana.

A categoria do 9ª Prêmio Sebrae de Jornalismo que mais recebeu inscrições foi a de Texto, com 499 trabalhos. Em 1º lugar, ficou a reportagem “Moedas sociais impulsionam empreendedorismo em bairros periféricos”, de Giodanna Neves e Shagaly Ferreira, do Estado de S. Paulo (SP).

Laura Nonohay representou a equipe ganhadora na categoria vídeo. Crédito: Erivelton Viana.

Na categoria Vídeo, o grande vencedor foi a reportagem do Globo Repórter, da TV Globo (RJ), que apresentou o poder transformador da Economia Solidária, destacando-se entre 345 trabalhos inscritos. A equipe envolvida no programa foi representada na cerimônia por Laura Nonohay, ganhadora da premiação em 2004.

Ana Paula Pedrosa representou a equipe vencedora na categoria Áudio. Crédito: Erivelton Viana.

Na categoria Áudio, o vencedor da etapa nacional foi a série de três episódios do podcast “Empreender para Viver”, produzido pela equipe da Record TV Minas (MG), que retratou como o empreendedorismo tem ajudado mulheres vítimas de violência a sair de relacionamentos abusivos. O trabalho, desenvolvido por Ana Paula Pedrosa, Pablo Nascimento e Kivo Viveiros, também foi considerado o melhor conteúdo entre todos os premiados da noite nas categorias Texto, Áudio, Vídeo e Foto. Por essa razão, o podcast também foi ganhador da categoria especial Grande Prêmio Sebrae de Jornalismo.

Ao receber o prêmio na categoria Áudio, Ana Paula agradeceu principalmente às mulheres que compartilharam suas histórias emocionantes. “São mulheres que foram salvas pelo empreendedorismo e não por algum príncipe”, ressaltou. Como vencedores do Grande Prêmio, os jornalistas retornaram ao palco para receber a maior premiação da noite. No telão, duas empreendedoras que participaram do podcast destacaram o potencial do empreendedorismo em mudar suas vidas.

O fotógrafo Marcos Maluf foi o grande vencedor da categoria Foto. Crédito: Erivelton Viana,

Com materiais produzidos em plena pandemia da Covid-19, os premiados do 9º PSJ também apresentaram histórias de quem viveu a dor no período. É o caso das fotos da reportagem “Do puxadinho que vira legado ao sonho rompido à luz da pandemia”, produzidas pelo fotógrafo Marcos Maluf e publicadas no portal de notícias Campo Grande News. Maluf foi o vencedor da etapa nacional da categoria Foto, entre 56 inscritos.

Categorias Especiais

Na categoria Jornalista Empreendedor, Ronaldo Matos recebeu o troféu de campeão. Crédito: Erivelton Viana.

Neste ano, o Prêmio Sebrae de Jornalismo apresentou novidades com novas categorias entre as premiações especiais: Jornalista Empreendedor e Jornalista Influenciador. Os profissionais que encararam os desafios de ter seu próprio negócio na área foram destaque em Jornalista Empreendedor. O primeiro lugar foi para Ronaldo Matos e Evelyn Vilhena, pela reportagem “Geradora de energia solar quer combater crise climática e econômica nas periferias de São Paulo”, produzida para o veículo independente “Desenrola e Não me Enrola (SP)”.

Na ocasião, Ronaldo destacou que o veículo nasceu em 2013 de uma iniciativa de jovens da periferia de São Paulo. “Não tivemos apoio algum, nem mesmo de nossas famílias, mas eu prefiro dizer que nascemos do tudo, enquanto muitas pessoas só viam escassez”, frisou. Segundo ele, a reportagem vencedora também foi reconhecida por grandes veículos e publicada no portal UOL.

Na categoria Jornalista Influenciador , quem levou o primeiro lugar foi Maria Prata. Crédito: Erivelton Viana.

As novas possibilidades do jornalismo em meios digitais também ganharam uma categoria especial no 9º PSJ com o prêmio para os profissionais influenciadores, principalmente nas redes sociais. Com o trabalho “O Brasil que dá certo”, a jornalista Maria Prata conquistou o primeiro lugar em Jornalista Influenciador.

Maria Prata aproveitou a oportunidade para agradecer às equipes que estiveram ao seu lado durante a carreira. Ela agradeceu também por acreditarem que uma jornalista de moda com mais de 18 anos de carreira poderia cobrir empreendedorismo. “O Sebrae me fez ir muito mais longe e conhecer pessoas do Brasil inteiro que apesar de todas as dificuldades conseguem promover mudanças e impactar suas comunidades. Esse é o Brasil que dá certo e vocês estão contribuindo para isso”, agradeceu.

Daniela Milena Cecconm foi a vencedora na categoria Jornalista Revelação. Crédito: Erivelton Viana.

A premiação também deu oportunidade para jovens talentos do jornalismo mostrarem seu potencial. Na categoria especial Jornalista Revelação, participaram profissionais de até 25 anos com atuação em qualquer veículo de imprensa. A reportagem da jornalista Daniela Milena Cecconm, da NDTV Record TV, ficou em primeiro lugar ao contar como o Centro de Triagem da Associação Pró-Crep, na região sul de Palhoça, em Santa Catarina, tem gerado renda para famílias que atuam com reciclagem.

A noite de premiação ainda apresentou o vencedor em Jornalista Parceiro do Empreendedor, uma homenagem aos profissionais que se destacam no incentivo à cobertura de assuntos de interesse e orientação aos donos de pequenos negócios. A jornalista Lu Aiko, do Valor Econômico, foi a grande homenageada pelo Sebrae.

Confiraaqui a galeria completa de fotos do PSJ.

  • Prêmio Sebrae de Jornalismo