best slots 888 casino
Compartilhe

Pontos de Atendimentos ampliam atuação e chegam a 6,8 mil orientações a empreendedores paranaenses, em 2023

Em 12 meses, número de PA passou de 42 para 75 espaços dedicados ao empreendedor
PorRedação
best slots 888 casino
Compartilhe

Nos dias 12 e 13 de julho, Curitiba sediou o Encontro Estadual dos Pontos de Atendimento ao Empreendedor (PA), que reuniu integrantes de 75 municípios paranaenses que possuem um PA, com a presença de representantes de associações empresariais e comerciais, cooperativas e sindicatos. No Paraná, existem cerca de 150 parceiros envolvidos. Durante o Encontro, que ocorreu no Sebrae/PR, foram realizados alinhamentos estratégicos, com o objetivo de aprimorar o atendimento e fortalecer a rede, visando maior proximidade com os empreendedores

Rafaela Cristina da Silva, consultora do Sebrae/PR, explica que o evento proporcionou troca de experiências entre os participantes. Além disso, foram realizadas atividades práticas, aliadas a momentos de reflexão, para identificar ações que poderão ser realizadas no segundo semestre.

Segundo Rafaela, nos últimos 12 meses foram abertos 33 novos Pontos de Atendimento no Paraná, resultado de uma estratégia de expansão do Sebrae/PR para descentralizar os serviços e se aproximar das micro e pequenas empresas. No total, foram realizados mais de 6.800 atendimentos no primeiro semestre deste ano.

Na quinta-feira (13), Rafaela fez o lançamento do selo de referência em atendimento para reconhecer e valorizar os Pontos de Atendimento.

Nos espaços, os empreendedores encontram um portfólio de soluções com conteúdos práticos, com o intuito de levar inovações para o dia a dia do empreendedor. São 48 produtos que abordam temas como planejamento, marketing, gestão de pessoas e finanças, de forma presencial ou digital.

“Encontramos um modelo assertivo, fortalecendo o relacionamento com as entidades empresariais, que são parceiros estratégicos para que o Sebrae esteja em todo o Paraná. Essa parceria consiste em preparar as equipes, os agentes de desenvolvimento, que normalmente são das entidades empresariais, para que eles conheçam as soluções, entendam sobre gestão empresarial, e consigam repassar orientações aos empreendedores”, completou.

Conforme Rafaela, o evento esclareceu a estratégia de parcerias, reforçou a qualidade do atendimento e a experiência do cliente.

“Nós tivemos o momento de alinhamento estratégico, em que reunimos os integrantes da rede de 75 Pontos de Atendimento, mais de 120 pessoas envolvidas, para entender qual é o nosso objetivo final, qual é o caminho que vamos percorrer e como fazer para alcançar os resultados”, reforçou.

Selo de referência

Nesta quinta-feira (13), foi lançado o selo de referência em atendimento para reconhecer e valorizar os Pontos de Atendimento com as melhores práticas. Divulgação dos resultados está prevista para 2024.

Suporte aos empreendedores

Carlos Jesus da Silva Tosse, que assumiu a presidência da Associação Comercial Empresarial de Loanda (Acil) em março deste ano, ressalta a importância do Ponto de Atendimento como suporte para o empresariado local, ajudando a quem empreende a identificar e solucionar problemas relacionados ao cotidiano.

-

Carlos Jesus da Silva Tosse é presidente da Associação Comercial Empresarial de Loanda.

-

“Pontos relacionados à administração, gestão e divulgação da empresa, como o marketing, acabam passando despercebidos. Adicionalmente, muitos indivíduos iniciam seus negócios sem a devida preparação necessária. O Ponto de Atendimento ao Empreendedor se torna extremamente relevante. O serviço funciona como um suporte para o empresário, auxiliando-o a criar, desenvolver e manter sua empresa fortalecida”, destacou.

Os serviços mais procurados pelos empresários no Ponto de Atendimento da Associação Comercial Empresarial de Loanda, de acordo com Carlos, são as consultoria e capacitações. Ele considera que a principal dificuldade que o PA ajuda a resolver é a falta de planejamento.

“Muitos empresários sabem vender e são, naturalmente, empreendedores, mas falham na gestão e no planejamento de suas empresas”, enfatizou.

Dayslan Monteiro de Moura é agente de desenvolvimento no Ponto de Atendimento ao Empreendedor em Rolândia, que funciona há dez anos. Mesmo no atendimento do PA há apenas dois meses, ele identificou os serviços mais buscados na cidade.

-

Dayslan Monteiro de Moura é agente de desenvolvimento no Ponto de Atendimento ao Empreendedor em Rolândia.

-

“Os empresários procuram o PA para receber assistência de consultorias para resolver as dificuldades que encontram em suas operações diárias, tais como questões financeiras, melhorias nos negócios e expansão das empresas”, detalhou.

Dayslan também destacou a busca por soluções que auxiliem na visibilidade aos pequenos negócios.

“Muitos desses empresários são únicos no seu negócio e precisam de ajuda para expandir e dar visibilidade às suas empresas. Essas dificuldades envolvem principalmente questões de marketing e expansão”, completou.

Para ajudar aos empresários a resolver essas situações, Dayslan e sua equipe identificam a dificuldade específica do negócio e, a partir disso, escolhem a melhor solução presente no portfólio do Sebrae/PR.

O Ponto de Atendimento ao Empreendedor da Associação Comercial e Empresarial de Assaí, município distante 40 quilômetros de Londrina, vai inaugurar no próximo mês. A executiva da entidade, Silvia Balduíno, participou do Encontro Estadual dos Pontos de Atendimento em busca de conhecimento.

-

Silvia Balduino é executiva da Associação Comercial e Empresarial de Assaí, que vai inaugurar um PA no próximo mês.

-

“As pessoas percebem que podem utilizar os recursos do Sebrae para melhorar seus negócios. Acredito que será ótimo promover uma cultura de união, incentivando o crescimento do comércio. A intenção é que a associação tenha o seu próprio PA, para mostrar que estamos buscando um diferencial, e o Sebrae será fundamental nessa jornada”, disse Silvia.

  • atendimento
  • Empreendedorismo