amazon gamingAtualização
Compartilhe

Estilista Naya Violeta produz looks para o Carnaval com ancestralidade, cor e brilho

Ateliê da estilista, primeira goiana a participar da SPFW, já entrou no esquenta com o Carnavioleta para garantir uma festa com look nota 10 para foliões antenados
Por Adrianne Vitoreli, de Goiânia
amazon gamingAtualização
Compartilhe

No Carnaval, não basta se divertir, tem que brilhar! E, para isso, nada melhor do que contar com o talento e a criatividade do Ateliê Naya Violeta, da primeira estilista goiana a desfilar uma coleção no principal evento de moda do país, a São Paulo Fashion Week (SPFW). Com tecidos, cores e acessórios que se transformam em verdadeiras obras de arte, a produção deste ano foi desenhada sob medida por duas carnavalescas paulistas para os foliões do Brasil.

O ateliê possui venda física e on-line de peças com forte materialidade ancestral, mas sem faltar cor, brilho e outras novidades. Depois de dois anos de pandemia, a estilista conta que em 2023 a festa ainda foi tímida na capital goiana, mas que neste ano deve atrair turistas que preferem aproveitar a folia em bares, restaurantes, clubes e em festas promovidas especialmente pelos bloquinhos. “Preparamos uma coleção para atender à clientela sob medida e funcionaremos até no sábado de carnaval (10/02) para que ninguém fique sem reinar na folia”, afirma.

O Carnavioleta é uma forma de movimentar as vendas

A ideia de promover um esquenta especial de Carnaval, que aconteceu no último sábado (27), no ateliê, é para que o folião não deixe para adquirir seu visual de última hora para o período mais alegre do ano. Dessa forma é possível, segunda Naya, fazer os ajustes, se for necessário. De acordo com a estilista, o ateliê produziu cerca de 40% a mais de peças que o ano de 2023 e espera ter uma lucratividade em torno de 30%. “Nós criamos uma coleção com representatividade afro-brasileira e estamos preparadas para atender, vender, mostrar nosso potencial e ampliar nosso público”, explica Naya Violeta.

Outro fator importante do esquenta foi comercial: alavancar as vendas, não só para a festa carnavalesca, mas para a liquidação da moda verão e preparação para divulgação da coleção de outono. Neste ano, em que o Carnaval acontece na primeira quinzena de fevereiro, a economia está aquecida com o fluxo de turismo de férias, que demanda por produtos e serviços. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), o Carnaval movimentou em 2023 mais de R$ 8 bilhões no país.

Beatriz Dorneles, analista de Moda do Sebrae Goiás, reforça a importância da data, que é um período de grande movimentação econômica que beneficia os pequenos negócios de diversos setores. “O Carnaval gera oportunidades de faturar mais, expandir os negócios, gerar empregos e inovar. Os que estiverem preparados com estratégias de marketing e vendas, como está sendo feito pela Naya Violeta, terão mais chances de resultados positivos”, ressalta.

Marca com personalidade

Naya Violeta (esquerda) no espírito da folia: esquentando tamborins e negócios no Carnaval (Fotos Ateliê Naya Violeta/Divulgação)

Criada em 2007, a marca leva o nome artístico de sua criadora, adesigner Naya Violeta, profissional que adota como perspectiva para as suas criações o olhar pessoal e afetivo, assim como o caráter autobiográfico e narrativo, elementos que juntos permeiam as pesquisas visuais e de tendências para a marca. Uma profissional versátil, que através da moda vem atuando em diferentes setores, com colaborações mais pontuais em áreas como o cinema, a música, o teatro e a dança.

De acordo com a assessoria do ateliê, a história da estilista vem de sua vivência em quintais de tias costureiras e vendo o “fazer roupa” como autonomia de quereres. Conseguiu alinhar isso na construção de uma moda que o mercado não lhe oferecia: representatividade. Numa produção em pequena escala, amorosa, proveniente do garimpo de tecidos e de pesquisas marcadas por influências místicas, cheias de afeto e das vibrações que permeiam os mistérios da vida, a marca busca responder a essa ausência, assumindo a potência que a ancestralidade, a estética e as diferentes manifestações culturais afro-brasileiras oferecem para o processo de criação da marca. A roupa produzida no ateliê vem com um carimbo: “Contém Axé!”.

Serviço:

Ateliê Naya Violeta

Endereço: R. 227-A, 328-346 – Setor Leste Universitário, Goiânia

Site: https://www.gxguolu.com

Instagram: @nayavioleta

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Na sede do Sebrae: Adriana Lima – (62) 3250-2263 / 99456-2491

Na Regional Central | Goiânia: Agência Entremeios Comunicação / Adrianne Vitoreli – (62) 98144-2178

Acesseaqui a Vitrine do Sebrae Goiás.

  • Carnaval
  • diversidade
  • Moda
  • representatividade
  • São Paulo Fashion Week (SPFW)